Freira que tem irmão gay, vai a bar lésbico e faz declaração após polêmica

Ela ajudou o irmão a se assumir e depois passou a acolher muitos jovens como ele.

A irmã Hérika Chaves acabou se envolvendo em uma grande polêmica após decidir ir a um bar lésbico, ela tem um irmão gay e não vê problema algum em sair para se divertir, pois o importante para ela é respeitar as pessoas.

Ela nasceu em Ananindeua, no Pará, mas hoje mora em São Paulo e uma de suas características é acolher muito bem toda população LGBT. Recentemente ela precisou ir ao Rio de Janeiro e foi ao bar Boleia, um local voltado ao público lésbico, o que acabou fazendo com muitas pessoas criticassem a religiosa.

Quando adolescente, Hérika não pensava em ser freira, tinha outros planos, até que participou de um encontrou e então descobriu sua verdadeira vocação. Aos 16 anos foi para o convento e quatro anos depois fez seus votos.

Foi pelo Facebook que começou a desconfiar de que o irmão era gay, então decidiu ter uma conversa com sua mãe. Só que o irmão de Hérika sempre negava, com medo de assumir sua opção sexual.

Mas contando com o apoio e o carinho da irmã, o rapaz acabou se assumindo finalmente e foi muito bem acolhido pela família. Depois ela conheceu outros jovens que também tinham dificuldade em se assumirem para a família e com muito carinho e amor procurava ajudá-los.

Deus é amor. Quero ser esse rosto amoroso de Deus“, disse Hérika, afirmando que as portas da igreja precisam ficar sempre abertas a todas as pessoas e não somente a algumas.

 

Via: uol.com.br

Escrito por Russel Morais

Escrevo notícias sobre o mundo dos famosos, os últimos acontecimentos do Brasil e no mundo, além de curiosidades, dicas, economia, tecnologia.