O ex-presidente chegou a destacar que não se pode inverter a história

Os delegados ainda afirmaram que o momento é de grande instabilidade

Ainda no último domingo (2), a Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal (ADPF), através de uma carta aberta cujo destinatário era o presidente da República Jair Bolsonaro, fez críticas severas às tentativas de intervenção do governo federal na PF.

Também durante a carta em questão, a ADPF chegou a sinalizar que uma crise de confiança estaria acontecendo devido à indicação do novo diretor-geral do órgão em questão. O órgão ainda chegou a pedir a Bolsonaro para que faça um compromisso referente à aprovação da autonomia de também do mandato para o cargo de chefe da Política Fedral.

De acordo com informações do jornal O Globo, a nota em questão ainda deixa um alerta para Jair Bolsonaro relativo às investigações e aos relatórios de inteligência da PF, que são sigilosos e não possuem previsão relativa ao fornecimento de informações ao Poder Executivo, como Bolsonaro chegou a afirmar que gostaria de receber diariamente.

Ainda na nota em questão, a ADPF também afirmou que a instituição não possui a tarefa de produzir um resultado específico, que seria desejado pelo presidente, durante as suas investigações acerca da facada contra Bolsonaro, que ocorreu ainda durante o período de campanha eleitoral. Assim, as solicitações feitas pelo presidente da República devem respeitar todas as hierarquias e formalidades presentes no serviço público.

Segundo O Globo, a nota da Política Federal funciona como um símbolo de toda a gravidade do momento e também das acusações que foram feitas por Sergio Moro em ocasião da sua demissão. É válido afirmar que a associação em questão somente costuma se pronunciar através de notas quando considera o momento atravessado algo sensível e que demanda um pronunciamento.

É válido ainda destacar que o documento em questão será formalmente encaminhado a Jair Bolsonaro.

 

 

 

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.